Egas.com
Jornal do Agrupamento de Escolas Egas Moniz - Guimarães
Pesquisa

Solípedes
Por José Louro (Professor), em 2012/12/13519 leram | 0 comentários | 158 gostam
Muito cuidado com elas*!
Na minha agreste e fria Beira natal, aconteceu certa vez, dizem os indígenas, o caso que vou procurar relatar, sem muito mentir, nem nada alterar. A "senhora cambra", i.e. a Câmara Municipal, para efeitos de inventário, pediu, a todas as freguesias do concelho, informação detalhada sobre "tudo", ou quase tudo, o que existia na freguesia, desde casas e pessoas a animais e ruas, igrejas, fontes, e por aí adiante. Em determinado capítulo, cujo título ora não recordo, surgia o pedido de informação da "quantidade de Solípedes da freguesia". O presidente, é preciso dizê-lo, era homem competente na função de presidir, mas teimoso como asno e dono do seu nariz empinadote, orgulhoso como um lírio do campo, e outros predicados que para aqui não são tidos, nem achados e muito menos chamados. Leu, o edil, pausadamente a palavra, gaguejando um tanto ... " so... li.. pe ...des" e conclui, depois da inicial ignorância e dificuldade: ora a palavra tem sola, de sapato, e mais "pedes" que só podem ser "pés", bem... sola nos pés, na freguesia... tem a minha pessoa e o sr padre Chorão, "donde posso afirmar sem risco de engano que Solípedes há dois nesta freguesia, pois todas as outras pessoas andam descalças. E, como homem educado e habituado ao formalismo das instituições, acrescentou ""Atentamente, seguido da assinatura respectiva " eu presidente da junta de Badamalos(1), aos tantos do tal". Assim respondeu o famoso edil, ciente e cônscio de sua bela e certa resposta.
P.S.: Aconselhamos, se nos é permitida tamanha liberdade e audácia, a quem não saiba, naturalmente, a consulta de dicionário para verificação do significado de algumas palavras, com especial relevo para Solípedes .

*As palavras.

(1) Famosa e cristã aldeia da vetusta Beira por ser terra onde "filhos é fazê-los e logo batizá-los," como rezam os cronicões antigos.


Comentários

Escreva o seu Comentário